Sabe aquela sensação de aperto no coração quando nosso filho pequeno está lá no alto do trepa trepa ou quando o mais velho está surfando em um mar meio bravo?

Pois é… Eles adoram a aventura! Já nós…somos pura preocupação.

Quando os nossos filhos se encontram em uma situação arriscada fica complicado imaginar que estes riscos podem ter algum benefício para eles.

E para complicar a situação, com o aumento da violência nas cidades, dos processos judiciais contra cuidadores, condomínios e espaços para brincar cresce o medo nos playgrounds.

Na visão de muitos adultos, subir no trepa-trepa, escalar uma árvore, andar de patinete e até correr mais rapidamente se tornaram atividades de alto risco para as novas gerações.

Vemos cada vez mais mães, pais, avós e babás inibindo o brincar das crianças em prol de uma ilusão de proteção.

Mas será que este excesso de segurança está diminuindo o número de acidentes infantis em playgrounds?

Aparentemente, não. Ao contrário.

Pesquisas feitas pelo NHS, o sistema público de saúde inglês, mostraram que o número de acidentes com crianças em parquinhos aumentou um terço nos últimos cinco anos na Inglaterra. Segundo estes estudos isso acontece pela falta de supervisão adequada por parte dos adultos, principalmente por conta da distração causada pelo uso de celulares.

Parece haver uma contradição na maneira como lidamos com as crianças enquanto elas brincam: ao mesmo tempo em que protegemos demais para que elas não se machuquem, nos distraímos muito por causa da nossa vida digital e do cansaço que vivemos atualmente.

Outro motivo importante para o aumento de acidentes é a diminuição do tempo de brincar nos últimos anos. Isso está criando uma geração de crianças menos preparada fisicamente e menos treinada para usar os equipamentos dos parques e para encarar outros desafios motores.

Um alerta precisa ser feito!

Quando nos preocuparmos demais com segurança estamos, na verdade, retirando das nossas crianças o direito de arriscar-se.

Você sabia que as experiências arriscadas são fundamentais para o desenvolvimento infantil?

Entenda melhor os benefícios do brincar arriscado no infográfico abaixo feito pelo Playground da Inovação.

Arte info3 - ver5